Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma Alquimista

blog pessoal de andreia gonçalves

Diário de uma Alquimista

blog pessoal de andreia gonçalves

03
Set19

As palavras mágicas da Pandora

alquimista

20190331_152044(0).jpg

Será que os cães entendem o que os humanos dizem? Qual será a sua perceção da realidade? Há estudos que comprovam que a sua inteligência social depende da sua convivência com os homens. Estão sempre atentos às movimentações que ocorrem à sua volta, tanto dos humanos como de outros cães. E há quem diga que cães e humanos podem ter mecanismos semelhantes para processar as informações emocionais, uma vez que o cérebro canino possui uma região no cérebro com muitas semelhanças a uma parte do cérebro humano. Há vários exemplos de cães que não largam os donos quando estes estão doentes ou morrem. O mesmo acontece quando as pessoas estranhas não transmitem confiança ou os ciúmes quando deixam de ter atenção em detrimento de outro cão ou animal de estimação.

A inteligência e perceção da minha Pandora (pandorinha ou dorinha para mim) surpreende-me todos os dias. É daquelas cadelas que parece que compreende tudo o que dizemos e, melhor, percebe quando faz asneiras, quando sabe que vai fazer coisas que não gosta. Como ir ao veterinário… saímos tantas vezes para ir passear de carro, entra à primeira no porta bagagem do carro, mas precisamente no dia de ir ao veterinário essa vontade passa-lhe e temos de a carregar à força. E ainda há as vezes em que destrói qualquer coisa, como, no caso da foto, um brinquedo e depois põe-se nesta posição a pedir desculpa...

IMG-20190704-WA0002 (1).jpg

Mas há ainda as palavras ou expressões que são mágicas e que é só preciso dizer uma vez para acontecer magia. Eis o dicionário da Pandora_the puppy:

Toma

Pode estar a metros de distância, pode estar a fingir que dorme profundamente, pode estar amuada (sim, às vezes percebe que estamos a gozar com ela e vira-nos as costas e vai para a sua caminha amuar), mas quando alguém diz “toma” ela aparece logo porque sabe que vem aí comida…

Vem aí a Andreia

Só funciona com este nome, suponho porque gosta muito dessa pessoa. Assim que alguém lhe diz isto começa a controlar a janela e a porta para ver quando chega.

Vamos pentear?

Se estiver ocupada larga tudo e vem na direção da pessoa que profere essas palavras, de rabo a abanar, e depois na direção da sua caixa de higiene pessoal onde está a escova. Depois coloca-se na posição onde quer ser penteada e vira-se para que a escova percorra o corpinho todo. Os olhos dizem tudo: momento de puro relaxamento! O inverso acontece quando pego no champô e digo “vamos tomar banho?”. Começa a ver as movimentações da mangueira, do balde de água quentinha …. e vai-se deitar à cama, assim como a fingir-se de morta, esperando que ninguém dê por ela e o banho seja adiado.

Vamos à rua (ouvir a trela)

Assim que ouve o tilintar a trela na caixa junto à porta de entrada, senta-se e não larga a porta porque sabe que vai passear. Com sorte vai ao parque correr e rebolar na relva.

Dá um abraço

Ultimamente esta só funciona se tivermos comida na mão. Basta pedir um abraço e ela põe as patinhas no peito para alcançar a guloseima. E pede abraços quando alguém não lhe está a ligar nenhuma.

Dá a pata…a outra

Senta e deita quando lhe pedimos. Mas isto só vai à primeira. À segunda é só se houver recompensa…

Vai para a tua caminha/mantinha

Infalível quando faz asneiras! E nem é preciso mandá-la. Deita-se, patinhas para a frente e olhos de carneiro mal morto como quem diz “foi sem querer. Nem queria fazer nada disto, mas aconteceu. Pronto, foi um momento de loucura e estou tao arrependida"…até à próxima vez, talvez!

O brinquedo?

A Pandora tem muitos brinquedos....mas há dois em particular que ela usa em momentos específicos diferentes. O primeiro é a bola verde que vai buscar quando quer brincar no terraço. Vai buscá-la e vem colocar no colo como quem diz "atira para eu ir buscar. quero brincar"; o segundo é o osso azul que nunca falta quando tem a barriga cheia...

Há muitas outras palavras que fazem desta cadela muito especial. Não fala, mas eu sei que ela sabe que é amada e demonstra-o de muitas formas....mas isso contarei noutro post. 

Sigam as aventuras da Pandora em https://www.instagram.com/pandora_thepuppy/ 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

blog

inpirações

estórias

dica da semana

rituais

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D